Praias de Niterói

OCEÂNICAS

Praia de Piratininga
Com aproximadamente 2.700m de extensão, Piratininga (do tupi, ”secagem de peixe” ou ”peixe a secar”) é dividida em duas praias. O trecho maior, chamado ”praião”, com pequenas ondas, areia e águas claras, possui quiosques especializados em frutos do mar. Contrastando com ela, a ”prainha” (com a famosa Pedra da Baleia), na extremidade norte, por se apresentar bastante calma, é o refúgio de centenas de niteroienses e cariocas nos fins de semana.

 

 

 Praia do Sossego
Localizada entre Piratininga e Camboinhas, é de difícil acesso para pedestres. De pequena extensão, é bastante frequentada pelos que vêm pelo mar em lanchas e iates, pois sua trilha não é muito conhecida. É um dos mais belos recantos da cidade e patrimônio natural do município.

 

 

Praia de Camboinhas
Com 2.600m, suas águas são transparentes e esverdeadas e sua areia, clara e fina. É uma extensão da Praia de Itaipu. Recanto pitoresco, é muito procurada pelos amantes da pesca de arremesso, pelos velejadores e pelos wind-surfistas. Sua orla é repleta de quiosques especializados em frutos do mar, servidos à beira-mar. Seu nome reporta-se ao encalhe de um navio com o mesmo nome. Entre a praia e a lagoa de Itaipu, encontra-se o sofisticado bairro Camboinhas.

 

 

Praia de Itaipu
Localizada no final da estrada de mesmo nome, é a única praia oceânica de Niterói que apresenta águas sempre calmas, com aproximadamente 1.000 m de extensão. É uma das áreas mais antigas, com sua colônia de pescadores, uma igreja do início do século XVIII, o Museu de Arqueologia, contrastando com as modernas casas de veraneio. Seu nome, na língua Tupi, significa “água que sai do meio das pedras”. Possui restaurantes a beira-mar especializados em frutos do mar, de onde se pode apreciar o mais belo pôr-do-sol da cidade. O canal de ligação da laguna com o oceano é o limite natural entre a praia de Itaipu e a de Camboinhas.

 

 

Praia de Itacoatiara
Possui 700m de extensão e significa em Tupi ”pedra escrita, riscada ou que tem inscrição”. Em meio a uma vegetação exuberante, suas águas são transparentes e azuladas. Paraíso dos surfistas, é pequena e uma das mais frequentadas pela juventude, e das que oferece maior riqueza de paisagem. No recanto direito, fica a ”Prainha”, paraíso para as crianças, uma pequeníssima praia completamente protegida das ondas.

BAÍA DE GUANABARA

Praia do Gragoatá
Pequena praia ao lado do forte homônimo, de águas tranqüilas e esverdeadas, seu nome deriva de uma planta abundante no local (gravatá: caroá duro, bromélia de fibra resistente). De areia escura e fina, possui 80m de extensão.

 

Praia da Boa Viagem
Com extensão aproximada de 450m, possui águas claras e esverdeadas, com areia clara e fina. Dela, avista-se, à direita, a passarela de cimento que dá acesso à ilha de mesmo nome; e, à esquerda, o Museu de Arte Contemporânea.

 

Praia das Flexas
Há duas hipóteses para sua denominação: a primeira relacionada às flechas utilizadas pelos índios; e a outra, a mais provável, supõe que derivou da planta abundante nos brejos locais, da qual se originam a flecha e a paina da flecha. Possui 400m de extensão. Pequena, mas de grande beleza, está localizada entre as praias da Boa Viagem e a de Icaraí. Dela, pode-se ver as duas pedras históricas: Pedra do Índio (semelhante à cabeça de um índio com cocar) e a Pedra de Itapuca (do tupi, pedra furada) que inspira poetas e pintores.

 

 

Praia de São Francisco
Possui 750m de extensão, amendoeiras e gramíneas que ocupam parte da praia. Suas águas são calmas, com areia clara e fina. Localiza-se numa área residencial. Conta com calçadão em toda a orla usado para passeios, jogging e ciclismo. É ideal também para a prática de esportes a vela. É margeada por bares e restaurantes, pontos da maior badalação noturna da cidade. Em uma colina no final da praia, encontra-se a Igreja de São Francisco Xavier.

 

 

Praia de Charitas

Localizada em bairro residencial, está pontilhada de bares, restaurantes, casas noturnas e quiosques no calçadão. De areia clara e águas calmas, seu nome deriva de ”cáritas” (caridade, em latim). É muito frequentada por desportistas apaixonados por windsurf e esqui-aquático. Com 1.000m de extensão, é local de pouso de praticantes de vôo livre.

 

 

Praia de Jurujuba
Suas águas são escuras e calmas. Possui 300m de extensão, margeada por estreita calçada com ipês e amendoeiras. A colônia de pescadores ali tem sua sede. A enseada de Jurujuba é cenário da Festa de São Pedro dos Pescadores, realizada anualmente em 29 de Junho. Na orla, há vários restaurantes típicos de frutos do mar e bares. Seu aspecto é bastante rústico e seu nome significa “pescoço amarelo ou ruivo, barba ruiva ou loura”.

 

 

Praia de Icaraí
Localizada no interior da Baía de Guanabara, significa em Tupi “água benta, água santa, rio sagrado ou rio salgado”. Com 1.200m de extensão e vegetação composta de amendoeiras e coqueiros, é a mais conhecida da cidade. Mantém espaço para diversos esportes e um calçadão que permite jogging e caminhadas ou apenas admirar o belíssimo panorama. Também é palco dos maiores eventos promovidos na cidade. Dela, avista-se a Pedra do Índio, a Pedra de Itapuca, o MAC e parte da cidade do Rio de Janeiro, destacando-se o Corcovado e o Pão de Açúcar.

 

 

Praia de Adão e Eva
Duas praias gêmeas, a primeira tem 250m e a segunda 150m. Águas calmas e de coloração esverdeada, com areias claras e finas, localizam-se bem próximo à entrada da Baía de Guanabara e dão acesso à Fortaleza de Santa de Cruz.

 

FONTE: http://guiadeniteroi.com/praias-de-niteroi/